Vestígios de protoativismo LGBTQIA em Belo Horizonte (1950-1996)

  • Luiz Gonzaga Morando Queiroz Uni-BH

Resumo

Este texto apresenta uma série de fatos e ocorrências que buscam entender a formação do movimento LGBTQIA em Belo Horizonte, entre 1958 e 1997. No plano nacional, aquele movimento é dado como iniciado em 1978, com a fundação do grupo Somos, em São Paulo. No entanto, é possível verificar que uma movimentação difusa se estabelecia em diversas cidades a partir do final da década de 1950. Baseado em notícias da imprensa, ocorrências policiais, autos judiciais de eventos criminais e relatos orais, o texto aborda o período identificado como protoativismo LGBTQIA na capital mineira.

Referências

CRUZ, Rodrigo Rodrigues da. Do protesto às urnas: o movimento homossexual brasileiro na transição política (1978-1982). 2015. 189f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015.

FIGARI, Carlos. @s outr@s cariocas: interpelações, experiências e identidades homoeróticas no Rio de Janeiro. Séculos XVII ao XX. Belo Horizonte: Editora UFMG; Rio de Janeiro: IUPERJ, 2007.

GREEN, James N. Além do carnaval: a homossexualidade masculina no Brasil do século XX. Trad. Cristina Fino e Cássio Arantes Leite. São Paulo: Editora Unesp, 2000.

MACHADO, Frederico Viana. Muito além do arco-íris: a constituição de identidades coletivas entre a sociedade civil e o Estado. 2007. 274f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2007.

MORANDO, Luiz. Paraíso das maravilhas: uma história do Crime do Parque. Belo Horizonte: Fino Traço, 2018.

RODRIGUES, Rita de Cássia Colaço. De Daniele a Chrysostomo: quando travestis, bonecas e homossexuais entram em cena. 2012. 372f. Tese (Doutorado em História Social) – Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2012.

SIMÕES, Júlio Assis; FACCHINI, Regina. Na trilha do arco-íris: do movimento homossexual ao LGBT. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2009.

TREVISAN, João Silvério. Devassos no paraíso: a homossexualidade no Brasil, da colônia à atualidade. 4. ed. rev. atual. e ampl. Rio de Janeiro: Objetiva, 2018.
Publicado
2019-02-11
Como Citar
MORANDO QUEIROZ, Luiz Gonzaga. Vestígios de protoativismo LGBTQIA em Belo Horizonte (1950-1996). Rebeh - Revista Brasileira de Estudos da Homocultura, [S.l.], v. 1, n. 04, p. 62-76, feb. 2019. ISSN 2595-3206. Disponível em: <http://www.revistas.unilab.edu.br/index.php/rebeh/article/view/164>. Acesso em: 22 sep. 2019.
Seção
Dossiês Temáticos